Manual de eficiencia energetica

CAPA <i>MANUAL</i> DE <i>EFICIENCIA</i> ENE -

CAPA MANUAL DE EFICIENCIA ENE - Con relación a la definición de la eficiencia energética nos debemos de centrar en la Directiva 2010/31/UE de eficiencia energética en edificios (EPBD: Energy Performance of Buildings Directive) introduce el concepto de Edificios de Consumo Energético Casi Nulo, que son aquellos con un nivel de eficiencia alto. A utilização deste Manual no dia-a-dia de sua indústria auxiliará na gestão energética das instalações industriais de forma eficaz, permitindo um melhor

<em>Manual</em> de <em>Eficiencia</em> Energética

Manual de Eficiencia Energética Una aplicación de Google con abundante información, como ejemplo, para la búsqueda del concepto de eficiencia energética nos arroja más de 90.000 Resultados. Manual de Eficiencia Energética, Azuqueca de Henares. 198 likes 1 talking about this. See more of Manual de Eficiencia Energética by logging into .

<strong>MANUAL</strong> - Agência Nacional de Energia Elétrica - ANEEL

MANUAL - Agência Nacional de Energia Elétrica - ANEEL PrÓlogo no âmbito da actividade integradora relativa ao núcleo gerador que agora terminamos decidimos trabalhar o tema da eficiência energética dos equipamentos técnicos usados em contexto doméstico e foi nesse sentido que surgiu a hipótese que criarmos um manual onde procuraremos esclarecer afinal em que consiste este conceito e como podemos fazer uma escolha intelente eficiente quando queremos adquirir um electrodoméstico mas antes de avançarmos convém que se faça um pequeno esclarecimento eficiência energética consiste em maximizar optimizando o uso das fontes de energia a utilização racional de energia consiste em usar menos energia para fornecer a mesma quantidade de valor energético qualquer activida de numa sociedade moderna só é possível com o uso intensivo de uma ou mais formas de energia tais como a electricidade a gasolina o álcool o biodísel gás natural etc no entanto podemos e devemos optar por escolher melhor os equipamentos que adquirimos estes devem ser mais eficientes energeticamente maximizando a energia despendida poupando o ambiente e o nosso orçamento familiar podemos alargar estas medidas à construção da nossa casa ao automóvel que usamos ou o que não usamos ou até mesmo ao nosso emprego o conhecimento de novas técnicas adquiridas é de extrema importância isto porque ao mesmo tempo que se diminuem os gastos de energia se aumenta o grau de qualidade e o nível de conforto existem porém ainda várias dificuldades a ultrapassar a nível comportamental pois nem todos os homens estão preparados para uma mudança tão radical mas ao mesmo tempo tão necessária se implementarmos atitudes de poupança podemos inverter para bem de todos a factura energética mais qualidade de vida e logo mais anos de vida dessa forma a nossa pegada ambiental será um legado rico que as próximas gerações herdarão pretendemos com este trabalho criar um manual informativo onde se apresentaram conselhos que cada um de nos deve seguir na aquisição de equipamentos eficientes energeticamente desta forma procuraremos sensibilizar os cidadãos para a preservação de um planeta limpo e autosuficiente onde as reservas energéticas não se esgotem 3 -2 [close] a importância da etiqueta ao escolher equipamentos energeticamente mais eficientes está a poupar energia e também o ambiente no mercado podemos encontrar variadíssimas opções de equipamentos para fazer a escolha mais acertada consulte a respectiva etiqueta energética e opte por aqueles que apresentam menores consumos energéticos a etiqueta energética fornece informação sobre a eficiência energética dos equipamentos os consumos de energia os rendimentos a capacidade o ruído entre outras a etiqueta energética é uma ferramenta útil que permite comparar equipamentos semelhantes auxiliando o consumidor na selecção dos equipamentos mais eficientes existem 7 classes de eficiência sendo a mais eficiente a classe a e a menos eficiente a classe g no caso das etiquetas para os equipamentos de frio existem ainda duas classes suplementares a e a correspondendo a um nível de eficiência energética mais elevado nos equipamentos de frio a venda de equipamentos de classes inferiores a d encontra-se proibida outras etiquetas a marca energy star resulta da colaboração entre a união europeia e os estados unidos podemos encontra-la em computadores monitores scanners entre outros que utilizem energia de uma forma eficiente a etiqueta energy efficiency recommended eficiência energética recomendado pode ser encontrada em lâmpadas caldeiras controlo de temperatura e isolamentos térmicos estes produtos cumprem ou superam critérios específicos de eficiência energética a etiqueta gea grupo para os electrodomésticos eficientes aplica-se a uma vasta variedade de equipamentos electrónicos tais como equipamentos áudio carregadores de baterias computadores dvds faxes lâmpadas entre outros o rótulo ecológico é uma marca da união europeia colocado em produtos com o mais baixo impacto ambiental -3 [close] frorÍfico convÉm lembrar frorÍfico americano classe energética a vidro preto;porta preto laterais preto consumo 467 kwh/ano dimenses alt x larg x prof 175.6 x 91 x 76.1 cm profundidade sem porta 60 cm conselhos eficientes ao comprar um frorífico escolha um com a maior eficiência energética um de classe a ou a opte por um amo do ambiente que não use cfc s prejudiciais à camada do ozono não se esqueça que um frorífico maior e mais eficiente pode não gastar menos do que um frorífico adequado às suas necessidades mas classificado como menos eficiente a instalação do aparelho deve ser feita em local bem ventilado evitando a proximidade do fogão e de aquecedores ou áreas expostas ao sol deixando espaço entre as paredes e o electrodoméstico entre 5 a 10 cm sa sempre as recomendações de instalação do fabricante desde sempre os homens necessitaram de conservar alimentos para que os pudessem consumir quando os mesmos não estivessem disponíveis na natureza com esse objectivo secou-os salgou-os defumou-os e conservou-os usando o gelo natural nas estações frias nos tempos mais recentes criou essa máquina fantástica que permite a sua conservação mantendo os alimentos a temperaturas baixas em qualquer época do ano o frorífico neta época em que se procuram os utensílios mais eficientes é natural que a escolha do melhor frorífico para a nossa residência não seja uma tarefa fácil daí que seja muito importante fazer uma avaliação da sua eficiência energética o consumo de energia destes equipamentos também depende muito da forma como são utilizados assim para um correcto funcionamento dos equipamentos de frio devem ter-se em atenção os aspectos referidos ao lado -4 [close] -não encha demasiado o frorífico para deste modo o ar circular livremente entre os alimentos -deve evitar abrir desnecessariamente a porta pense no que vai buscar antes de abrir o frorífico uma vez que a abertura das portas pode representar até 20 do consumo global do electrodoméstico coloque a comida em recipientes de modo a reduzir as trocas de água entre os alimentos e o ar interior do frorífico nunca guarde alimentos quentes no frorífico porque o choque de temperaturas provoca a sua deterioração e um aumento do consumo de energia para manutenção da temperatura a regulação do termóstato é muito importante as temperaturas recomendadas são entre 3 a 5ºc para o frorífico e -15ºc para o congelador escolha a temperatura de acordo com a utilização do aparelho por forma a impedir a formação de gelo deve evitar abrir desnecessariamente a porta pense no que vai buscar antes de abrir o frorífico uma vez que a abertura das portas pode representar até 20 do consumo global do electrodoméstico não encha demasiado o frorífico para deste modo o ar circular livremente entre os alimentos coloque a comida em recipientes de modo a reduzir as trocas de água entre os alimentos e o ar interior do frorífico nunca guarde alimentos quentes no frorífico porque o choque de temperaturas provoca a sua deterioração e um aumento do consumo de energia para manutenção da temperatura a regulação do termóstato é muito importante as temperaturas recomendadas são entre 3 a 5ºc para o frorífico e -15ºc para o congelador escolha a temperatura de acordo com a utilização do aparelho por forma a impedir a formação de gelo não deixe acumular gelo nas paredes do frorífico ou da arca congeladora descongele-os regularmente verifique o estado das borrachas caso estas não vedem correctamente deverão ser substituídas limpe a grelha da parte detrás do frorífico por forma a evitar grandes acumulações de poeiras e consequente redução de eficiência e aumento do consumo quando se ausentar de casa por períodos prolongados se possível esvazie o frorífico deslue-o da tomada evite abrir desnecessariamente a porta do frorífico e quando o fizer seja o mais rápido possível verifique se as borrachas das portas estão danificadas 3 -5 [close] fogÃo e forno 3 na compra de um fogão ou forno tenha em conta os consumos energéticos do equipamento e escolha preferencialmente um equipamento classe a nos fogões a gás deve utilizar uma intensidade da chama adequada e sempre que possível e adequado utilizar a panela de pressão ao cozinhar a chama o placa eléctrica não deve ser maior que a base da panela ou do tacho mantenha panela tapada enquanto cozinha e baixe a chama ao mínimo necessário ao cozinhar quando a água estiver a ferver reduza a chama ou potência do forno uma vez que a temperatura máxima foi atingida cerca de 100ºc e apenas necessita de energia para manter essa temperatura ao utilizar o forno pode deslá-lo algum tempo antes de finalizar o cozinhado pois o forno manterá a temperatura durante algum tempo não abra desnecessariamente a porta do forno uma vez que desperdiça energia verificar se a porta do forno veda bem e não deixa escapar o calor o uso de recipientes de cerâmica ou vidro permite baixar cerca de 25ºc a temperatura necessária ao cozinhado pois estes materiais retêm melhor o calor utilize panelas com fundos difusores de calor mantenha o seu forno limpo pois assim o calor irá reflectir-se melhor consumindo menos energia no processo antes de lar o forno coloque a grelha ou tabuleiro na posição pretendida para não estar a executar estas tarefas com o forno já lado não desperdiçando energia com estas tarefas se tem um forno grande utilize-o somente para cozinhar grandes refeições porque senão estará a consumir muita energia por pequenas quantidades de comida -6 [close] microondas história do microondas foi descoberto em 1946 durante a realização de testes a um tubo de vácuo destinado a produzir microondas efectuados pelo engenheiro americano percy spencer que levava a cabo um projecto de investação sobre radares depois de acidentalmente ter descoberto o efeito que o tubo produzia em certos alimentos seguiram-se este electrodoméstico constitui uma boa alternativa ao fogão e forno convencionais quando se trata de confeccionar pequenas refeições outras experiências que levaram ao aparecimento do primeiro forno microondas posto à venda pela primeira vez em 1947 a aceitação inicial para este novo electrodoméstico não foi muito boa devido ao quer poupar sa alguns conselhos eficientes utilize o microondas em refeições pequenas pode ajudar a reduzir cerca de 70 na utilização de energia utilize o microondas para aquecer a comida e cozinhar pequenos pratos uma vez que são mais rápidos e eficientes que os fornos convencionais descongele os alimentos ao natural sempre que tiver tempo utilize os suportes apropriados para aquecer dois pratos em simultâneo mantenha o interior limpo a presença de restos orgânicos pode levar a um maior consumo de energia preço elevado ao tamanho exagerado praticamente do tamanho de um frorífico e aos custos de instalação uma vez que necessitava de água canalizada para efectuar a refreração este facto levou ao seu aperfeiçoamento tornouse mais leve e mais fácil de transportar a refreração passou a ser feita a ar e o preço tornou-se mais acessível a partir daí a aceitação foi grande principalmente por parte das indústrias e da restauração foram descobertas novas funcionalidades como por exemplo a capacidade de descongelar alimentos o factor tempo também contribuiu para o sucesso deste forno principalmente no dia-a-dia de hoje já que possibilita aquecer ou cozinhar os alimentos em menos tempo do que é habitual fonte http [close] mÁquina de lavar louÇa a máquina de lavar loiça é um electrodoméstico que já ninguém dispensa na cozinha em 2002 cerca de 30 das habitações contavam com uma máquina de lavar loiça representando 3 no consumo de electricidade das famílias portuguesas existem muitas marcas no mercado e todas elas publicitam os seus produtos dizendo que são as mais eficientes para melhor venderem costumam dizer que para além de uma imagem sólida têm também uma assistência a mais importante será saber se o equipamento que nos preparamos para adquirir cumpre com os requisitos da eficiência energética que garanta um consumo reduzido na lavagem e na secagem são estes os parâmetros a ter em conta na hora de escolher o equipamento portanto quantos mais a s constarem da etiqueta tanto melhor com essa classificação além de contribuir a sua quota-parte para o ambiente a nossa escolha resulta num menor dispêndio aquando da sua utilização conselhos eficientes · passar a loiça por água para retirar a maior parte da sujidade · utilizar um programa económico e de baixa temperatura · lavar com a carga máxima indicada pelo fabricante · manter os filtros sempre limpos e ainda · se possível programar as lavagens para um período nocturno o que será ainda mais vantajoso se dispuser de tarifa bi-horária · evitar o ciclo de pré-lavagem que deve apenas utilizar com loiça muito suja · na compra do equipamento escolha o que é classificado como o mais eficiente energeticamente classe a -8 [close] mÁquina de lavar roupa 3 para pensar um pouco a máquina de lavar roupa representa cerca de 5 do consumo total de electricidade nas habitações as normas europeias ditam que a escolha de uma máquina de lavar roupa deve incidir sobre modelos que apresentam uma classificação aaa ou seja de classe a no que toca a eficiência energética eficiência de lavagem e de centrifugação embora possa representar um investimento inicial mais caro é dinheiro que se irá facilmente recuperar a médio-longo prazo com aquilo que pouparemos em termos de custos de electricidade e de água a máquina de lavar roupa precisa de energia eléctrica para as acções mecânicas rotação do tambor enxaguamento bombas de circulação da água e para o aquecimento da água através de uma resistência eléctrica este aquecimento eléctrico da água representa 80 a 90 do consumo total de energia de um ciclo de lavagem por este motivo surgiram máquinas que têm a possibilidade de serem alimentadas com água quente proveniente de outros sistemas de aquecimento termoacumuladores a gás caldeiras murais painéis solares etc permitindo reduzir o consumo eléctrico de forma snificativa as máquinas mais recentes também dispõem de programas económicos que permitem consumos de electricidade que podem chegar aos 40 queremos ser eficientes vamos aprender como é possível · evitar a pré-lavagem excepto quando a roupa está muito suja · lar a máquina apenas com carga máxima poupa água energia e tempo · seleccionar a tecla económica 80 a 90 do consumo total de um ciclo de lavagem deve-se ao aquecimento da água ao diminuir a temperatura de lavagem de 60ºc para 40ºc pode economizar até 46 do consumo · manter o filtro sempre limpo longe vão os tempos das lavadeiras que junto ás ribeiras e a muito custo se esforçavam por manter imaculadas as peças de roupa eram trabalhos árduos e penosos,mas alguém tinha que os fazer para felicidade da maior parte das donas de casa não existe residência onde elas não ocupem um lugar de destaque.tão importante é este equipamento que quando teima em não fazer o seu serviço ou descobre que o seu mecanismo se cansou,o desespero das fadas do lar é incalculável ninguém deseja regressar a esta realidade estas mulheres seriam certamente muito eficientes mas o esforço gasto nesta tarefa não se compreenderia nos dias de hoje muito menos se aceitaria que esta tarefa ingrata coubesse apenas ao sexo feminino,como acontecia nesses tempos que se querem esquecidos -9 [close] mÁquina de secar roupa tipos de máquinas de secar roupa há máquinas de secar roupa que utilizam a condensação e outras que utilizam a evacuação estas últimas precisam de um tubo para poderem enviar o vapor da roupa para o exterior enquanto as máquinas por condensação não precisam deste acessório os modelos mais modernos das máquinas de secar roupa permitem regular automaticamente o tempo de secagem e até a temperatura a que deseja que ela trabalhe todas elas permitem também fazer essa regulação de forma manual no mercado podemos encontrar variadíssimas opções quando se trata de comprar uma máquina de secar roupa para fazer a escolha mais acertada consulte a respectiva etiqueta energética e opte por aqueles que apresentam menores consumos energéticos embora este tipo de equipamentos possa ser dispensável graças ao nosso clima ameno caso opte pela sua compra prefira máquinas que efectuem a evacuação do ar húmido para o exterior já que apresentam menores níveis de consumo energético tal como nas máquinas de lavar roupa a maior parte da energia é consumida no processo de aquecimento neste caso o ar através de resistência eléctrica queremos ser eficientes o que podemos fazer aumentando o tempo de secagem a maioria das máquinas permite secar a roupa utilizando uma ventilação a frio para poupar electricidade devemos · utilizar a máquina na sua capacidade de carga máxima · sempre que possível optar por secar a roupa ao ar livre · programar a secagem para um período nocturno o que será ainda mais vantajoso com a tarifa bi-horária e ainda · ao centrifugar a roupa na máquina de lavar a uma velocidade elevada a máquina de secar não terá necessidade de ser tão utilizada · confirmar se o tubo da máquina para o exterior é o mais curto possível de modo a aumentar o rendimento de secagem · se a máquina tiver um dispositivo de medição da humidade use-o pois este desla a máquina quando as roupas estiverem secas · na compra do equipamento escolha o que é classificado como o mais eficiente energeticamente classe a 10 [close] ferro de engomar algumas consideraÇÕes eficiente/adaptável/económico eis dois exemplos o ferro eléctrico com eficiência energética ao controlo da temperatura evitando que se perdesse tempo a aquecer ou a arrefecer o aparelho philips azul gc4740 máquina de engomar -ferro com caldeira 2200 a -existe no mercado grande variedade dependendo da sua capacidade potência e preço quando se trata de usar convenientemente o seu ferro de engomar lembre-se que deve utilizá-lo o menor número de vezes possível o ferro de engomar deve ser lado de preferência quando houver uma grande quantidade de roupa para passar utilize a temperatura correcta para cada tipo de tecido as roupas mais delicadas devem ser passadas primeiro deslue o ferro um pouco antes de terminar 11 a evolução e aparecimento de novas máquinas novos equipamentos contribuíram generosamente para que cada um de nós tenha a vida mais facilitada não tendo de consumir muito esforço na execução das tarefas diárias um dos melhores exemplos dessa evolução é o ferro de engomar que a nosso ver ainda não evoluiu completamente pois para nossa infelicidade ainda não é autónomo como podemos ver em qualquer loja de electrodomésticos recentemente surgiram no mercado ferros com caldeira sendo cada dia mais modernos e com maior eficiência energética as a mas não engomam sozinhos ainda precisamos despender muito tempo e esforço para passar a nossa roupa mas comparando com os nossos antepassados estamos a anos de luz com efeito em tempos mais antos os ferros eram pesados precisávamos de brasas e tínhamos de fazer força para os tecidos ficarem com menos uns vincos enquanto agora podemos passar muita mais roupa com os modernos e famosos a vapor. MANUAL PARA ELABORAÇÃO DO PROGRAMA DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA 6 9 Quota para a Reserva Global de Reversão – RGR; 9 Quota de Consumo de Combustíveis Fósseis.

<em>Manual</em> <em>Eficiencia</em> Energética para mypes - OAS

Manual Eficiencia Energética para mypes - OAS La cantidad casi nula o muy baja de energía requerida debería estar cubierta, en muy amplia medida, por energía procedente de fuentes renovables, incluida la procedente de fuentes renovables producida in situ o en el entorno. MANUAL DE EFICIENCIA ENERGÉTICA Índice de Ilustraciones Ilustración 1. Esquema de funcionamiento de una Caldera Ilustración 2. Área interna de una caldera horizontal

<i>Manual</i> de Eficiência Energética - Rui Goulart

Manual de Eficiência Energética - Rui Goulart A continuación mostramos un listado de manuales de eficiencia energética distribuidos en diferentes ámbitos, aunque principalmente son destinados a la gestión energética de edificios: Una de las herramientas más poderosas que podemos encontrar en la red para la búsqueda de información y documentos es el Google académico tesis y libros gratis en PDF. Manual produzido e financiado no âmbito do Plano de Promoção da Eficiência no Consumo de Energia Eléctrica, aprovado pela Entidade Reguladora dos

Auditor Energetico - <i>Manuales</i> y Guías de <i>Eficiencia</i> Energética

Auditor Energetico - Manuales y Guías de Eficiencia Energética Establece para su aplicación dos fechas: el 31 de diciembre de 2018 a todos los nuevos edificios propiedad y ocupados por autoridades públicas y 2020 para todos los edificios nuevos de cualquier tipo. Voy a ir recopilando en este Post la guías y manuales relacionados con la eficiencia energetica más utiles que haya por la red. Manual de Mejoras Horizontales.


Manual de eficiencia energetica:

Rating: 92 / 100

Overall: 91 Rates
Опубликовано

Добавить комментарий

Ваш e-mail не будет опубликован. Обязательные поля помечены *